STF intima União sobre possível conciliação na questão indígena Apyterewa Principal Mais Publicações Publicação Voltar



STF intima União sobre possível conciliação na questão indígena Apyterewa




Gabinete de Governo, publicado em 01/06/2020

Na última terça-feira (26), o ministro do Superior Tribunal Federal, Gilmar Mendes, definiu mais uma etapa no andamento do processo em que o município de São Félix do Xingu questiona a homologação da Terra Indígena Apyterewa e intimou a Advocacia Geral da União (AGU) a ouvir o pedido de conciliação para revisão do Laudo Antropológico que definiu a área do local, localizado ao norte da sede municipal.

De acordo com o advogado do caso, Igor Franco, São Félix do Xingu questiona a existência de povos tradicionais na região sul do Apyterewa e busca transformar a região em uma área onde o uso do solo é liberado para agricultores. “Este despacho determina que o processo seja ouvido pela AGU. Nós pedidos para que o laudo antropológico utilizado na homologação da área seja refeito, pois nosso grupo de trabalho constatou que não existem índios povoando a região”, afirma.

O processo está correndo há cerca de 12 anos no STF e busca ampliar a área de produção agrícola parra pequenos produtores da região. Conforme determinado pelo ministro, o objetivo da intimação é realizar a conciliação entre as partes. “Tendo em conta que grande parte das ações relativas a conflitos entre agricultores e indígenas decorrem, muitas vezes, da ausência de prévio diálogo sobre a possibilidade de solução amigável, intime-se a União sobre o interesse na tentativa de conciliação proposta pelo Município de São Félix do Xingu”, escreve.





Imagens